O Que É Tipicidade? (Com Exemplos)

0
328

Última Atualização 19 de novembro de 2020

O Que É Tipicidade? A palavra tipicidade vem de tipo. Basicamente, significa estar previsto como um tipo legal, isto é, estar presente na legislação / na lei. Tem a ver com um dos atributos do ato administrativo – já falamos aqui, no Caderno de Prova, sobre o que é e quais são os atributos do ato administrativo. Isso serve para impedir atitudes de tiranos: está na lei meu caro? Diferentemente de contratos entre as partes (que não exige tipicidade – a inovação e criação de contratos é possível), o ato administrativo deve ser típico (estar previsto na lei, com os contornos que lhe tornam legal).

Para agilizar o entendimento, veremos questões da CEBRASPE mescladas com questões da FCC.

QUESTÃO CERTA: O ato administrativo é dotado de determinados atributos, entre os quais se insere a tipicidade, decorrente do princípio da legalidade, que afasta a possibilidade de a administração praticar atos inominados, predicando a utilização de figuras previamente definidas como aptas a produzir determinados resultados.

A tipicidade é atributo do ato administrativo que determina que o ato deve corresponder a uma das figuras definidas previamente pela lei, como aptas a produzir determinados resultados, sendo corolário, portanto, do princípio da legalidade.

A sua função é impossibilitar que a Administração venha a praticar de atos inominados, representando, pois, uma garantia ao administrado, já que impede que a Administração pratique um ato unilateral e coercitivo sem a prévia previsão legal. Representa, também, a segurança de que o ato administrativo não pode ser totalmente discricionário, pois a lei define os limites em que a discricionariedade poderá ser exercida.

QUESTÃO CERTA: No que diz respeito ao atributo da tipicidade do ato administrativo, é certo que: essa tipicidade só existe em relação aos atos unilaterais.

Só é possível em atos unilaterais, pois nos contratos (que são atos bilaterais – não são atos administrativos, mas sim atos) não há imposição de vontade da Administração, depende sempre da aceitação do particular.

QUESTÃO CERTA: Tipicidade é o atributo pelo qual o ato administrativo deve corresponder a figuras definidas previamente pela lei, aptas a produzir determinados resultados. Trata-se de decorrência do princípio da legalidade, que afasta a possibilidade de a administração praticar atos inominados.

QUESTÃO CERTA: O ato administrativo é dotado de determinados atributos, entre os quais se insere a tipicidade: decorrente do princípio da legalidade, que afasta a possibilidade de a administração praticar atos inominados, predicando a utilização de figuras previamente definidas como aptas a produzir determinados resultados.

QUESTÃO CERTA: Assinale a opção que indica o atributo conforme o qual o ato administrativo deve corresponder a uma figura definida previamente pela lei como apta a produzir determinados resultados: tipicidade.

QUESTÃO CERTA: Em decorrência do atributo da tipicidade, quando da prática de ato administrativo, devem-se observar figuras definidas previamente pela lei, o que garante aos administrados maior segurança jurídica.

QUESTÃO CERTA: Considerando a doutrina e o entendimento jurisprudencial dos tribunais superiores acerca do regime jurídico-administrativo e do princípio constitucional da legalidade na administração pública, assinale a opção correta: O princípio da legalidade veda à administração a prática de atos inominados, embora estes sejam permitidos aos particulares.

“Nessa esteira, as professoras Di Prieto e Irene Patrícia Nohara lecionam que a tipicidade veda que Administração Pública pratique atos inominados, ou seja, sem que haja previsão em lei; que são possíveis apenas aos particulares em virtude do princípio da autonomia da vontade inerente ao direito civil.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui