Custo Ideal Estimado e Padrão Corrente

0
5068

Custo-padrão corrente: É um custo planejado levando em consideração a deficiência existente na produção no que se refere principalmente a desperdícios devido a qualidade dos materiais, mão-de-obra, equipamentos etc. É um custo que deveria ser alcançado se fossem obtidas certas melhorias no desempenho. O custo-padrão corrente é um meio termo entre o custo-padrão ideal e o custo-padrão estimado sendo um bom valor para ser utilizado como objetivo a ser perseguido pela empresa devido a ser mais desafiador que o custo-padrão estimado, e mais factível que o custo-padrão ideal.

Fonte: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4416117/mod_resource/content/1/Custo%20Padr%C3%A3o….pdf.

FGV (2023):

QUESTÃO CERTA: O método de custeio que diz respeito ao valor que uma entidade fixa como meta para o período seguinte, levando em consideração as deficiências sabidamente existentes em termos de qualidade de alguns fatores como materiais, mão-de-obra e equipamentos é o: custo-padrão corrente.

CEBRASPE (2019):

QUESTÃO ERRADA: Custo estimado e custo padrão corrente têm a mesma fundamentação técnica e, portanto, são sinônimos.

Os dois conceitos possuem fundamentações teóricas diferentes, visto que, no custo estimado, adota-se uma série histórica de custos da empresa; já para o custo padrão corrente é adotada uma meta que leva em conta as ineficiências sabidamente já existentes.

CEBRASPE (2019):

QUESTÃO ERRADA: O custo padrão ideal considera os melhores fatores de produção que devem estar à disposição da empresa, sem incorporar ineficiências.

O custo que não incorpora ineficiências é o custo padrão estimado.

CEBRASPE (2019):

QUESTÃO CERTA: Um dos aspectos que diferenciam o custo padrão ideal do custo padrão corrente é o fato de o primeiro ser uma meta de longo prazo, enquanto o segundo se refere a metas de curto e médio prazos.

O custo padrão ideal visa ao longo prazo, já o custo padrão corrente visa a metas de curto e médio prazo.

CEBRASPE (2019):

QUESTÃO CERTA: O custo padrão corrente é mais adequado para elaboração de orçamentos de produção que o custo padrão ideal.

O custo padrão corrente considera as ineficiências sabidamente existentes, diferente do custo padrão ideal.

Os conceitos dos 3 tipos de custo padrão:

Ideal: é um custo obtido dentro de condições ideais de qualidade dos materiais, de eficiência da mão-de-obra, com o mínimo de desperdício de todos os insumos, a 100% da capacidade da empresa, sem nenhuma parada por qualquer motivo, a não ser as já programadas em função da manutenção preventiva. O Custo-Padrão Ideal é determinado por meio de estudos teóricos e seria uma meta de longo prazo da empresa.

Estimado: é o custo previsto com base na serie histórica de custos da empresa (não leva em conta as ineficiências que ocorreram na produção).

Corrente: situa-se entre o Ideal e o Estimado. O Custo-Padrão Corrente diz respeito ao valor que a empresa fixa como meta para o próximo período para um determinado produto, mas com a diferença, em relação ao Custo-Padrão Ideal, de levar em conta as deficiências sabidamente existentes em termos de qualidade de materiais, mão-de-obra, equipamentos, fornecimento de energia, etc. E um valor que a empresa considera difícil de ser alcançado, mas não impossível. E, portanto, um conceito pratico de Custo-Padrão.

Banca própria IF-RS (2018):

QUESTÃO CERTA: Custo-padrão estimado é o custo que deverá ser e o custo-padrão corrente é o custo que deveria ser.

O custo-padrão estimado parte de medidas baseadas em no histórico da produção, sendo uma medida prática. O custo-padrão corrente é mais científico, depende de análises teóricas sobre como seria melhor. “O custo-padrão corrente é mais “científico”, no sentido de que faz união entre aspectos teóricos e práticos da produção” (MARINHA, 2014).

Segundo Martins (2001:230) são três os tipos de custo padrão: ideal, estimado e corrente.

Custo-padrão ideal. Seria o custo obtido em condições ideaisonde a empresa operaria com 100% de eficiência. Esta situação configura-se inatingível, pois pressupõe as melhores matérias primas, os melhores equipamentos e colaboradores e menores índices de perdas. O custo-padrão ideal é pouco utilizado por ser um custo demasiado teórico.

Custo-padrão estimado. É um custo projetado com base em dados históricos e que não leva muito em consideração as ineficiências dos processos como desperdícios, produtividade, preços e insumos.

Custo-padrão corrente. É um custo planejado levando em consideração a deficiência existente na produção no que se refere principalmente a desperdícios devido a qualidade dos materiais, mão-de-obra, equipamentos etc. É um custo que deveria ser alcançado se fossem obtidas certas melhorias no desempenho. O custo-padrão corrente é um meio termo entre o custo-padrão ideal e o custo-padrão estimado sendo um bom valor para ser utilizado como objetivo a ser perseguido pela empresa devido a ser mais desafiador que o custo-padrão estimado, e mais factível que o custo-padrão ideal. 

Advertisement

NC-UFPR (2019):

QUESTÃO CERTA: De acordo com Eliseu Martins (2010), existem diversas acepções de custo-padrão. Muitas vezes é entendido como sendo o Custo Ideal de produção de um determinado bem ou serviço. Uma característica do custo-padrão corrente é: considerar algumas ineficiências da empresa, só excluindo aquelas que a empresa julga que possam de fato ser sanadas.

De acordo com Eliseu Martins:

“No que se diferencia então o Custo-padrão Corrente do Custo Estimado? Talvez a forma mais simples de se responder seja dizendo que o Padrão Corrente é o custo que deveria ser, enquanto o Estimado é o que deverá ser. Aquele é o que a empresa deveria alcançar, se conseguisse atingir certos níveis de desempenho, enquanto este é o que normalmente a empresa deverá obter. O Custo-padrão Corrente é mais elabora. do; exige que determinados estudos sejam feitos, enquanto o Estimado parte da hipótese de que a média do passado é um número válido e apenas introduz algumas modificações esperadas, tais como volume de atividade, mudança de equipamentos etc. Por exemplo, para a fixação do Custo-padrão Corrente, exige-se que a empresa faça uma averiguação da produtividade de cada máquina, considerando-se suas características técnicas, tais como volume que deveria produzir (talvez fornecida pelo próprio fabricante), consumo de energia e lubrificantes que deveria ter etc. Para o Custo Estimado, pegar-se-ia simplesmente a média passada, e se por um problema de regulagem a máquina estivesse consumindo mais energia do que deveria, esse fato nem seria percebido.”

FCC (2009):

QUESTÃO CERTA: O custo-padrão é um custo predeterminado.

FCC (2009):

QUESTÃO CERTA: O custo-padrão corrente considera algumas ineficiências que a entidade julga não poder saná-las.

FCC (2009):

QUESTÃO CERTA: Do pondo de vista gerencial, as diferenças verificadas entre custo real e padrão devem ser analisadas e, se necessário, o custo-padrão deve ser ajustado.

Banca própria Marinha (2014):

QUESTÃO CERTA: Segundo Martins (2010), qual é a grande finalidade do custo-padrão corrente? O planejamento e o controle dos custos.

FGV (2022):

QUESTÃO CERTA: Em consideração ao custo padrão corrente de um produto, assinale a afirmativa correta: Diz respeito ao valor que a empresa fixa como meta para o próximo período, levando em consideração as deficiências existentes.

VUNESP (2015):

QUESTÃO CERTA: O método de contabilização de acordo com o qual os custos são atribuídos a objetos de custo com base em quantias predeterminadas é chamado de: Custeio padrão.


Algumas características essenciais do método de custeio padrão são:

 1. Pré-fixação de seu valor, com base no histórico ou em metas a serem perseguidas pela empresa;

2. Pode ser utilizado pela contabilidade, desde que se ajuste, periodicamente, suas variações para acompanhar seu valor efetivo real (pelo método do custo por absorção).

3. Permite maior facilidade de apuração de balancetes, sendo muito utilizado nas empresas que precisam grande agilidade de dados contábeis.