Amostragem: O Que É Amostragem?

2
327

Você já deve ter se perguntado: o que é amostragem? Essa palavra aparece com tanta frequência em nossas vidas, que fica difícil não querer saber do que se trata. A explicação que veremos a seguir, é contextualizada pela auditoria (mas pode ser empregada em outras situações não associadas à auditoria).

Amostragem é “um método utilizado para selecionar os elementos de uma população ou universo a ser estudado para a obtenção de uma amostra”.

Se você não tiver entendido o trecho acima, não se preocupe. Você possui um grupo / conjunto de 1 milhão de livros. Dai, precisa estudar esse grupo monstruoso de elementos. Esse grupo de 1.000.000 livros é denominado população. Se você selecionar / extrair apenas 100 livros para fins de estudo / análise – esse subgrupo de cem é chamado de amostra. Ao seu procedimento de pincelar cem materiais (em meio a um milhão) atribuímos o termo ‘amostragem’.

A sua intenção com isso é tirar conclusões a partir dos 100 books e extrapolá-las aos 1 milhão de books. Você pode fazer isso com livros, carros, transações (em uma organização) ou qualquer outra coisa. O objetivo aqui é tornar a análise / estudo viável (em face da falta de recursos como pessoal, tempo etc.).

Veja essa duas questões da CEBRASPE / CESPE que tratam disso:

QUESTÃO CERTA: A amostragem de auditoria permite que o auditor obtenha e avalie a evidência de auditoria em relação a algumas características dos itens selecionados de modo a concluir ou ajudar a concluir sobre a população da qual a amostra é retirada.

Advertisement

QUESTÃO CERTA: Amostragem de auditoria é a aplicação de procedimentos de auditoria sobre uma parte da totalidade dos itens que compõem o saldo de uma conta ou classe de transações.

É exatamente isso! Pegamos apenas parcela da nossa população (parte da totalidade de itens). Observe uma questão (da mesma banca examinadora) que erra feito quanto a esse detalhe:

QUESTÃO ERRADA: Amostragem em auditoria é a aplicação de procedimentos de auditoria em 100% dos itens da população, de modo que todas as unidades de amostragem sejam selecionadas para proporcionar uma base razoável que possibilite o auditor concluir sobre essa população analisada.

Ficou doida, minha senhora? 100% dos itens? É claro que não! Queremos apenas parte desses itens – daí porque chamamos de amostragem (vem de amostra). Ou quando você recebe uma amostra grátis recebe todos os itens fabricados por uma empresa? Evidente que não. Recebe 1, 2, e por aí vai.

Resumo: amostragem é selecionar parte de uma totalidade de itens (e não 100%) para tirar conclusões sobre eles e buscar atribuir ao restante dos itens não escolhidos, o mesmo que concluímos sobre os itens que foram escolhidos/ estudados.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui