O Que É Risco de Auditoria? (Com Exemplos)

0
3349

QUESTÃO CERTA: A NBC TA 200, que estabelece os objetivos gerais do auditor independente e a condução da auditoria em conformidade com normas de auditoria, definiu alguns termos e expressões de relevância para interpretação destas Normas. De acordo com a referida NBC TA 200, risco de auditoria é o risco de que o auditor expresse uma opinião de auditoria inadequada quando as demonstrações contábeis contiverem distorção relevante. O risco de auditoria é uma função dos riscos de distorção relevante e do risco de detecção.

13. (c) Risco de auditoria é o risco de que o auditor expresse uma opinião de auditoria inadequada quando as demonstrações contábeis contiverem distorção relevante. O risco de auditoria é uma função dos riscos de distorção relevante e do risco de detecção.

QUESTÃO ERRADA: Existe uma relação direta entre o risco de auditoria e o nível estabelecido de relevância, isto é, quanto menor for o risco de auditoria, menor será o valor estabelecido como nível de relevância, e vice-versa.

A relação entre o Risco de Auditoria e o Nível de Relevância é Inversa.

QUESTÃO CERTA: Risco de auditoria é a possibilidade de o auditor emitir uma opinião tecnicamente inadequada sobre demonstrações contábeis significativamente incorretas.

Segundo a NBC TA 200

5. Como base para a opinião do auditor, as NBC TAs exigem que ele obtenha segurança razoável de que as demonstrações contábeis como um todo estão livres de distorção relevante, independentemente se causadas por fraude ou erro. Asseguração razoável é um nível elevado de segurança. Esse nível é conseguido quando o auditor obtém evidência de auditoria apropriada e suficiente para reduzir a um nível aceitavelmente baixo o risco de auditoria (isto é, o risco de que o auditor expresse uma opinião inadequada quando as demonstrações contábeis contiverem distorção relevante). Contudo, asseguração razoável não é um nível absoluto de segurança porque há limitações inerentes em uma auditoria, as quais resultam do fato de que a maioria das evidências de auditoria em que o auditor baseia suas conclusões e sua opinião, é persuasiva e não conclusiva (ver itens A28 a A52). 

QUESTÃO ERRADA: Risco de auditoria é o risco de que os procedimentos executados pelo auditor para reduzir o risco de auditoria a um nível aceitavelmente baixo não detectem uma distorção existente que possa ser relevante, individualmente ou em conjunto com outras distorções.

Negativo. Isso é risco de detecção.  Risco de detecção é o risco de que os procedimentos executados pelo auditor para reduzir o risco de auditoria a um nível aceitavelmente baixo não detectem uma distorção existente que possa ser relevante, individualmente ou em conjunto com outras distorções.

QUESTÃO CERTA: Risco de auditoria pode ser definido como a possibilidade do auditor:  expressar uma opinião inadequada quando as demonstrações contábeis contiverem distorções relevantes.

Risco de Auditoria = Risco de Detecção + Risco de Distorção Relevante

É o risco de que o auditor expresse uma opinião de auditoria inadequada quando as demonstrações contábeis contiverem distorção relevante.

Risco de Distorção Relevante = Risco Inerente e Risco de Controle

É o risco de haver distorções relevantes antes da Auditoria.

Risco de detecção

É o risco de o auditor não detectar uma distorção relevante.

Risco Inerente

É um risco natural do processo antes de qualquer tipo de controle.

Risco de Controle (Interno)

É o risco de uma vez ocorrido um erro, o controle interno não detectar.

QUESTAO CERTA:  Risco de auditoria é uma função dos riscos de distorção relevante e do risco de detecção.

QUESTÃO CERTA: Acerca dos riscos de auditoria, assinale a opção correta: são formados por três componentes básicos: os riscos inerentes, de controle e de detecção.

QUESTÃO CERTA: Segundo a NBC TA 200, o risco de que os procedimentos executados pelo auditor não acusem a existência de uma distorção existente que possa ser relevante, individualmente ou em conjunto com outras distorções, é denominado risco: de detecção.

QUESTÃO CERTA: A empresa Condor S.A. atua no segmento de crédito pessoal, com financiamentos de até R$ 30.000,00. Como sua política de análise de crédito é bastante flexível, possui um volume de operações grande, fazendo com que as perdas por inadimplência sejam absorvidas pelas operações. Como a política comercial é atuar junto a grandes lojas de varejo, a empresa concede aos inadimplentes, 80% de perdão nas multas e juros, concedido pelo próprio colaborador no caixa, desde que o cliente venha até as lojas parceiras para quitar os débitos. O auditor constatou que devido à facilidade da concessão dos descontos, os funcionários passaram a se apropriar das quitações em dinheiro feita pelos inadimplentes, dando o desconto e ficando com o dinheiro. Segundo os conceitos de auditoria externa, referida fraude evidencia um risco de: controle.

Parte superior do formulário

QUESTÃO CERTA: Constitui risco de auditoria a possibilidade de que ocorra e não possa ser evitada ou detectada, em tempo hábil, uma distorção relevante em registros contábeis.

QUESTÃO CERTA: A emissão de opinião inadequada do auditor sobre demonstrações contábeis finais que contenham distorção relevante caracteriza o risco: de auditoria.

Advertisement

Risco de Auditoria – é o risco de que o auditor expresse uma opinião de auditoria inadequada quando as demonstrações contábeis contiverem distorção relevante. O risco de auditoria é uma função dos riscos de distorção relevante e do risco de detecção.

Risco de detecção – risco de que os procedimentos executados pelo auditor para reduzir o risco de auditoria a um nível aceitavelmente baixo não detectem uma distorção existente que possa ser relevante.

Risco de distorção relevante – risco de que as demonstrações contábeis contenham distorção relevante antes da auditoria:

Risco inerente – é a suscetibilidade de uma afirmação a respeito de uma transação, saldo contábil ou divulgação, a uma distorção que possa ser relevante individualmente ou em conjunto com outras distorções, antes da consideração de quaisquer controles relacionados.

Risco de controle – é o risco de uma distorção que possa ocorrer em uma afirmação sobre uma classe de transação, saldo contábil ou divulgação e que possa ser relevante, individualmente ou em conjunto com outras distorções, não seja prevenida, detectada e corrigida tempestivamente pelo controle interno da entidade.

QUESTÃO CERTA: O risco de auditoria é a possibilidade de o auditor, por algum motivo alheio a sua vontade, vir a emitir uma opinião tecnicamente inadequada sobre demonstrações contábeis significativamente incorretas. Para fins de análise, o risco de auditoria divide-se em três componentes: risco inerente, risco de controle e risco de detecção.


Risco de Auditoria:

É o risco de o auditor emitir uma opinião inadequada. Na essência, o risco de auditoria é uma função dos riscos de distorções relevantes e do risco de detecção. Por sua vez, os riscos de distorção relevante podem ocorrer no nível geral das demonstrações financeiras e no nível de afirmação (ou assertiva) para classes de transações, saldos e divulgações. O risco no nível geral das demonstrações afeta as demonstrações de forma generalizada, como um todo e pode afetar potencialmente muitas informações.

Os riscos no nível de afirmação possuem dois componentes (risco inerente e risco de controle) que são riscos da entidade e existem independentemente da auditoria.

QUESTÃO CERTA: Na atividade de controle, lidar com o risco é tratar de algo intangível, porém passível de ser quantificado.

Embora o risco seja intangível, sua avaliação pode se dar de forma quantitativa ou qualitativa. Como a questão não restringe a possibilidade de se utilizar também a avaliação qualitativa, está correta.

QUESTÃO ERRADA: Caso uma empresa transfira para um prédio vizinho as instalações de seu centro de processamento de dados e obrigue todos os usuários a utilizar senha exclusiva, bem como substitua o administrador – que, além dessa atividade, seja um dos acionistas da empresa – por profissional da área, nessa situação, ao avaliar o ambiente de controle da entidade em relação às mudanças efetuadas, um auditor independente deverá concluir que os riscos de auditoria tendem a aumentar.

Minimização dos riscos de distorção relevantes = minimização dos riscos de auditoria.

Estão aumentando a confiabilidade dos sistemas e trocaram o chefe do setor de processamento de dados que acumulava a função por alguém da área. Na verdade, estão minimizando a possibilidade de erros no processamento dos dados e, com isso, MINIMIZANDO os riscos de auditoria.