NAGS: O Que É Exame Documental?

0
461

QUESTÃO ERRADA: O exame documental deve ser orientado para validar o conteúdo do processo de auditoria planejado, visto que não é indicado para confirmar se o método de auditoria governamental escolhido é o mais adequado e se está sendo aplicado corretamente.

A questão confunde conteúdo do processo de auditoria planejado, que estaria documentado nos papéis de trabalho, com a técnica de exame documental aplicada pelo auditor na entidade auditada.

Fundamento: NAG 4000 – Relativas aos Trabalhos de Auditoria

Governamental 4400 – Execução:  

4402.2.4 – Exame documental: consistem em apurar, demonstrar, corroborar e concorrer para provar, acima de qualquer dúvida cabível, a validade e autenticidade de uma situação, documento ou atributo ou responsabilidade do universo auditado, por meio de provas obtidas em documentos integrantes dos processos administrativo, orçamentário, financeiro, contábil, operacional, patrimonial ou gerencial do ente público no curso normal de sua atividade e dos quais o profissional de auditoria governamental se vale para evidenciar suas constatações, conclusões e recomendações.

QUESTÃO CERTA: Assinale a opção que apresenta, respectivamente, a denominação correta de cada um desses procedimentos: Exame documental: observar se as transações realizadas estão devidamente documentadas, se a documentação que suporta as operações contém indícios de inidoneidade e se profissionais competentes realizaram as transações e produziram a documentação-suporte;

QUESTÃO ERRADA: Assinale a opção que indica uma Técnica de Auditoria corretamente definida: Exame dos Registros – cotejamento de informações obtidas de fontes independentes, autônomas e distintas, no interior da própria organização. Essa técnica procura a consistência mútua entre diferentes amostras de evidência.

A alternativa está incorreta, pois apresenta o conceito de correlação das informações obtidas como sendo exame de registros.

QUESTÃO CERTA: Se a simples verificação de um lançamento contábil não for suficiente para fornecer ao auditor elementos de convicção sobre determinada transação, poderá ele proceder ao exame da documentação correspondente. Atendidos os requisitos formais quanto ao tipo e preenchimento do documento, deverá ele ainda avaliar a pertinência da operação com os objetivos do órgão auditado e a autorização para a sua realização.

Esta questão faz referência à técnica de auditoria denominada Exame Documental.

A referida técnica consiste na análise da adequação dos documentos comprobatórios dos fatos auditados, devendo o auditor atentar para a autenticidade, normalidade, aprovação e registro.

        AUTENTICIDADE: constatar se a documentação é fidedigna e merece crédito;

        NORMALIDADE: constatar que a transação se refere à operação normal de acordo com os objetivos da empresa;

        APROVAÇÃO: verificação de que a operação e os documentos foram aprovados por pessoa autorizada;

        REGISTRO: comprovar que o registro das operações foi adequado, a documentação é hábil e houve correspondência contábil, fiscal, etc.

Pelo exposto, a questão está correta.

QUESTÃO CERTA: Um auditor não pode concluir que houve a alienação fictícia de um veículo para justificar suprimento fictício das disponibilidades apenas com base no procedimento de exame documental.

Questão trata de uma das hipóteses de presunção de omissão de receita. Para verificar se o suprimento de caixa é não comprovado, há que se obter evidência em relação à origem do recurso e à efetiva entrega. O exame documental, portanto, é necessário, porém não é suficiente para justificar suprimento fictício das disponibilidades. Complementarmente, poderíamos utilizar a inspeção, que envolve, além do exame de registros ou documentos (propriedade), internos ou externos, em forma de papel, em forma eletrônica ou em outras mídias e o exame físico de um ativo (existência).

Advertisement

Gabarito: CERTO.

Segundo a doutrina, temos as seguintes hipóteses para Presunção de Omissão de Receita:

• Ativos ocultos ou fictícios e Passivos ocultos ou fictícios

• saldo credor na conta Caixa

• Suprimentos não comprovados

• Diferença em levantamentos quantitativos em espécie

• Diferença em levantamentos econômicos ou financeiros

• Omissão do registro de pagamentos efetuados

QUESTÃO CERTA: Nas auditorias, os seguintes procedimentos devem ser realizados pelos auditores governamentais:

I observar se as transações realizadas estão devidamente documentadas, se a documentação que suporta as operações contém indícios de inidoneidade e se profissionais competentes realizaram as transações e produziram a documentação-suporte;

II conferir a apuração realizada por terceiros e, fazendo-se necessária a efetivação de apurações próprias, compará-las, ao final, com aquelas apresentadas pelo fiscalizado;

III realizar a confirmação com terceiros de fatos alegados pela entidade fiscalizada;

IV verificar a compatibilidade entre o saldo das contas sintéticas com aqueles das contas analíticas da entidade fiscalizada;

V averiguar o comportamento de valores significativos, mediante índices, quocientes e quantidades absolutas, com vistas à identificação de situações ou tendências atípicas.

Assinale a opção que apresenta, respectivamente, a denominação correta de cada um desses procedimentos: exame documental; conferência de cálculos; circularização; conciliação; revisão analítica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui