Deficiências do Controle (Com Exemplos)

0
623

QUESTÃO ERRADA: Se o auditor não identificar distorções relevantes durante a auditoria, ele deve concluir necessariamente que não existem deficiências de controle interno na entidade auditada.

NBC TA 265 item A5. A importância de uma deficiência ou de uma combinação de deficiências de controle interno não depende somente se a distorção realmente ocorreu, mas, também, da probabilidade de que a distorção poderia ocorrer e a possível magnitude da distorção. Portanto, podem existir deficiências significativas mesmo que o auditor não tenha identificado distorções durante a auditoria.

QUESTÃO ERRADA: A caracterização de uma deficiência significativa de controle não é de competência nem responsabilidade do auditor, dependendo exclusivamente do julgamento dos administradores e responsáveis pela governança da entidade.

Deficiência significativa de controle interno: é a deficiência ou a combinação de deficiências de controle interno que, no julgamento profissional do auditor, é de importância suficiente para merecer a atenção dos responsáveis pela governança. 

De acordo com a norma, o auditor deve obter entendimento do controle interno relevante para a auditoria ao identificar e avaliar os riscos de distorção relevante. Nessas avaliações de risco, o auditor considera o controle interno para planejar os procedimentos de auditoria que são apropriados nas circunstâncias, mas não para fins de expressar uma opinião sobre a eficácia do controle interno. O auditor pode identificar deficiências do controle interno, não somente durante esse processo de avaliação de risco, mas, também, em qualquer outra etapa da auditoria. A norma especifica quais deficiências identificadas pelo auditor devem ser comunicadas aos responsáveis pela governança e à administração, contudo, a norma não impede o auditor de comunicar aos responsáveis pela governança e à administração outros assuntos sobre controle interno que o auditor tenha identificado durante a auditoria. O objetivo do auditor é comunicar apropriadamente, aos responsáveis pela governança e à administração, as deficiências de controle interno que o auditor identificou durante a auditoria e que, no seu julgamento profissional, são de importância suficiente para merecer a atenção deles.

Advertisement

NBC TA 265

Exemplos de assuntos que o auditor pode considerar ao determinar se a deficiência ou a combinação de deficiências de controle interno constitui deficiência significativa incluem:

• a probabilidade das deficiências levarem a distorção relevante nas demonstrações contábeis no futuro;

• a susceptibilidade à perda ou à fraude do respectivo ativo ou passivo;

• a subjetividade e a complexidade da determinação de valores estimados, como estimativas contábeis a valor de mercado;

• os valores das demonstrações contábeis expostos às deficiências;

• o volume de atividade que ocorreu ou poderia ocorrer nos saldos contábeis ou na classe de transações expostas à deficiência ou às deficiências; etc.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui