Cronologia das Escolas de Administração

0
763

ORDEM CRONOLÓGICA DAS ESCOLAS DE ADMINISTRAÇÃO

1903 – Administração científica

1916 – Teoria clássica da administração

1932 – Teoria das relações humanas

1940 – Teoria da burocracia

1947 – Teoria estruturalista

1951 – Teoria dos sistemas

1954 – Teoria neoclássica da administração

1957 – Teoria comportamental na administração

1962 – Desenvolvimento organizacional

1972 – Teoria da contingência

1990 – Novas abordagens

FGV (2022):

QUESTÃO CERTA: Relacione as abordagens da Administração listadas a seguir às características que melhor as representam.

  1. Abordagem clássica
  2. Abordagem estruturalista
  3. Abordagem comportamental
  4. Abordagem sistêmica 5. Abordagem contingencial

(1) Reúne abordagens com foco na tarefa e na organização racional do trabalho e com foco na estrutura organizacional e em princípios da administração.

(5) Considera que as condições do ambiente levam à escolha das técnicas administrativas em busca da consonância na prática organizacional.

(4) Compreende a organização como um sistema aberto, influenciado pelas questões internas, mas também por fornecedores, clientes, concorrentes, governo, dentre outros.

(2) Expande a visão intraorganizacional para um perspectiva interorganizacional, calcada na influência da teoria da burocracia.

(3) A gestão é considerada dependente das características de quem administra, como foco na interação entre indivíduo e organização, interação esta que é, muitas vezes, fonte de conflitos organizacionais.

Assinale a opção que indica a relação correta, na ordem apresentada: 1, 5, 4, 2 e 3.

CEBRASPE (2018):

QUESTÃO ERRADA: A Administração Científica é a escola mais recente nas teorias em administração, sendo a mais adotada nas organizações nos dias atuais.

CEBRASPE (2021):

QUESTÃO CERTA: A teoria das relações humanas surgiu em: 1930 e focava os efeitos das condições ambientais sobre a produtividade.

CEBRASPE (2021):

QUESTÃO ERRADA: O paradigma pós-burocrático partiu da crença de que todas as práticas burocráticas eram inadequadas e deveriam ser eliminadas em um futuro modelo de gestão administrativa.

Nem todas as práticas burocráticas eram inadequadas. Vale ressaltar que o modelo Gerencial se apropria de muitos princípios da Burocracia, tais como: impessoalidade, meritocracia, competência técnica, profissionalização, dentre outros.

Advertisement

CEBRASPE (2021):

QUESTÃO ERRADA: A criação de cadeias de comando, de descentralização de atividades e de assessoramento técnico são funções administrativas originárias da abordagem contingencial em razão do crescimento das organizações e do aumento da competitividade.

JUSTIFICATIVA CEBRASPE: “Divisão do trabalho, departamentalização funcional, cadeia de comando, descentralização, assessoria e outros princípios de organização são perenes. O crescimento das organizações, o aumento da competitividade e a necessidade de inovar continuamente, entre outros fatores, forçaram o desenvolvimento de soluções estruturais que renovaram os princípios clássicos, sem, no entanto, revogá-losPortanto, a afirmativa está errada, pois as cadeias de comando, de descentralização e de assessoramento existem desde o início do século XX. A abordagem contingencial tem como referência a década de 60 do século passado

Lembre-se: De acordo com Chiavenato (2003), os princípios clássicos, apesar das críticas, nunca foram totalmente abolidos, isto é, até hoje as organizações contemporâneas fazem uso de tais princípios, ainda que passem por alguma espécie de reformulação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui