Como Vou Estudar para o “Concurso do INSS”?

0
15276
COMO ESTUDAR INSS

Saiu o “concurso do INSS” e o CEBRASPE é a banca! Para quem não sabe, o examinador CEBRASPE adota o sistema certo/errado na maioria das provas que aplica – e será exatamente esse o critério a ser adotado para a “prova do INSS”. Funciona basicamente assim: a questão é composta de uma assertiva e você deve avaliar se ela está certa ou errada. Assim, não será adotado o modelo de múltipla escolha (em que você escolhe entre alternativas ‘a’, ‘b’, ‘c’, ‘d’ e ‘e’). Isso mesmo! Você deverá escolher entre duas opções: certo ou errado.

Por mais que isso possa parecer simples e até mais rápido, em termos de resolução, na verdade, não é. Será preciso avaliar a forma como as palavras foram usadas pelo examinador na moldagem da assertiva, para justamente investigar se ele não plantou o que chamamos de “casca de banana”. É que muitas questões parecem sensatas, mas contém algum erro inserido nela com o propósito de fazer o candidato errá-la (explicaremos mais abaixo o problema de se errar uma questão do CEBRASPE).

PONTOS IMPORTANTES A SEREM OBSERVADOS NA PROVA DO INSS DE RESPONSABILIDADE DO CEBRASPE

Observe abaixo, alguns dos principais pontos que potenciais candidatos devem ficar atentos, em se tratando de “questões do CEBRASPE”:

  1. Questões com palavras como “exclusivamente”, “somente”, “apenas” nem sempre estão erradas (como na maioria das provas de concurso);
  2. Palavra “prescinde” com o sentido de dispensável / não necessário;
  3. Palavra “defeso” com o sentido de proibido.

Essas foram três dicas rápidas para o concurso do INSS. Vejamos agora quanto à questão dos critérios de avaliação.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA PROVA DO CONCURSO DO INSS

Além das chamada questão “pega-ratão” que costuma puxar o tapete de muitos candidatos, saiba que o CEBRASPE irá aplicar o sistema punitivo para todo aquele candidato que erra uma questão. Isso significa que se na prova do INSS você acertar apenas 60 questões das 120 (a prova será comporta de cento e vinte questões ao total – veja mais abaixo sobre esse detalhe), a sua nota será de 60 pontos, correto? Já que você fez a metade dos pontos possíveis. A resposta para isso é: errado! Cada questão que voc|ê erra gerará o efeito maléfico de lhe retirar um ponto pela questão que você acertou. Veja o quadro abaixo para compreender como funcionam esses critérios de avaliação da prova do concurso do INSS.

NÚMERO DE QUESTÕES QUE ACERTEINÚMERO DE QUESTÕES QUE ERREIQUESTÕES DEIXADAS EM BRANCOPONTOS NEGATIVOS ADICIONADOS À MINHA NOTANOTA FINAL NA PROVA DO INSS
50502050120 (totalidade dos pontos) – 50 (que errei) – 20 (em branco) – 50 (pontos negativos) = 20 pontos
80103010120 – 10 – 30 – 10 = 70
100101010120 – 10 -10 – 10 = 90
Pontos negativos são sempre iguais ao número de questões que errei

É evidente que a ideia é errar o menor número de questões possíveis. Você pode fazer isso de duas formas: sabendo o máximo de conteúdo possível e dominar o modo como o examinador elabora as questões para não cair nas suas “pegadinhas” ou simplesmente deixar uma questão em branco (perder somente o ponto relativo àquela questão). É que, como vimos acima, se você errar dada questão, além de perder o ponto dela, receberá um ponto negativo a título de penalização.

Advertisement

A banca CEBRASPE adota essa sistemática para que os candidatos não “chutem” – ela alerta, se você errar, saiba que receberá um ponto negativo por cada erro.

QUAL A MATÉRIA E OUTRAS INFORMAÇÕES RESUMIDAS SOBRE O CONCURSO DO INSS?

O edital, de certa forma, está bem enxuto. Tanto quanto ao conteúdo que será cobrado, como quanto a demais informações que você precisa saber.

COMO ESTUDAR PARA O CONCURSO DO INSS?

Pois bem, agora vamos ao que interessa. Como dito acima, é preciso se preparar em relação às táticas e artifícios usados pelo CEBRASPE quanto à resolução assertiva de questões. O Caderno de Prova possui o maior acervo de questões (itens) resolvidos e devidamente catalogados para a sua prova. Aqui, você já pode partir logo para as questões devidamente agrupadas para que saiba onde o examinador irá tentar de fazer errar.

É que, convenhamos, o tempo é muito curto – são apenas três meses até a prova (um pouco menos do que isso). Dessa forma, te sugiro maximizar o seu tempo de modo a ficar o mais afiado possível para essa prova. São muitas vagas e uma excelente oportunidade, já que basta o nível médio para o cargo de “técnico do seguro social”. Se você ganha um salário-mínimo, está na hora de mudar a sua vida e dar o rumo certo a ela. Se você ganha abaixo de R$ 5.905,79 (cinco mil, novecentos e cinco reais e setenta e nove centavos), esse também é o seu caso. Se você não tem dinheiro para comprar os materiais dos cursinhos mais badalados, ou se mesmo assim já adquriu, integre o Método do Caderno de Prova aos seus estudos.

A gente não é um portal de resolução de questões (em que você fixa o seu conhecimento). A gente é um portal de questões resolvidas para você captar o método ardiloso das maiores bancas examinadoras do Brasil e chegar no dia da prova preparado para se defender das rasteiras e acertar o maior número de questões possível.

Portanto, vem conhecer o Caderno de Prova. O seu mais novo recurso para conquistar a sua sonhada vaga nos melhores concursos públicos do Brasil.