Auditoria: O Que É Abstenção de Opinião? (Com Exemplos)

0
12156

ABSTENÇÃO DE OPINIÃO: segundo a NBC TA 705, o auditor deve abster-se de expressar uma opinião quando não consegue evidência de auditoria apropriada e suficiente para fundamentar sua opinião e ele concluir que os possíveis efeitos de distorções não detectadas sobre as demonstrações contábeis, se houver, poderiam ser relevantes e generalizadas.

QUESTÃO ERRADA: Ao abster-se de dar opinião, o auditor encontrou evidências suficientes e apropriadas para manifestação de opinião.

QUESTÃO CERTA: Situação hipotética 3A7-I

Determinada entidade, no exercício de 20X7, passou por duas gestões: uma no período de janeiro a maio, e a outra no restante do exercício financeiro. Na auditoria das demonstrações contábeis do exercício de 20X7, o auditor independente aplicou os procedimentos de auditoria na extensão julgada necessária e não encontrou fatos que implicassem modificação de opinião. Entretanto, a administração responsável pelo período de janeiro a maio negou-se a fornecer representação formal, declarando que haviam sido fornecidas todas as informações e permitidos os acessos necessários, bem como que todas as transações tinham sido registradas e estavam refletidas nas demonstrações contábeis. Na situação hipotética 3A7-I, o relatório de auditoria, conforme as normas de auditoria vigentes, deverá ser registrado com: abstenção de opinião.

QUESTÃO ERRADA: Ao emitir parecer com abstenção de opinião para as demonstrações contábeis de uma entidade, o auditor não estará isento da responsabilidade de mencionar, no parecer, qualquer desvio que possa influenciar a decisão do usuário das demonstrações, independentemente da relevância ou da materialidade desse desvio.

Segundo a NBC TA 705, mesmo que o auditor tenha emitido uma opinião adversa ou se absteve de expressar uma opinião sobre as demonstrações contábeis, ele deve descrever no parágrafo contendo a base para a modificação as razões para quaisquer outros assuntos dos quais ele está ciente que teriam requerido uma modificação da opinião, assim como os respectivos efeitos.”

QUESTÃO CERTA: Na emissão de parecer com abstenção de opinião para as demonstrações contábeis de uma entidade, pode-se afirmar que: não elimina a responsabilidade do auditor de mencionar, no parecer, qualquer desvio relevante que possa influenciar a decisão do usuário dessas demonstrações.

QUESTÃO ERRADA: Se um auditor independente constatar que, após o trabalho ter sido aceito, o objeto não é apropriado para o trabalho de asseguração, ele deverá emitir uma conclusão com ressalvas, independentemente de quão relevante lhe parecer o fato.


As opiniões são ressalvadas ou abstidas se RELEVANTES.

NBC TA ” (c) quando for identificado, após o trabalho ter sido aceito, que os critérios são inadequados ou que o objeto não é apropriado para o trabalho de asseguração, o auditor independente expressa:

(i) uma conclusão com ressalva ou uma conclusão adversa, dependendo de quão relevante ou disseminado seja o assunto, quando critérios ou objetos não apropriados induzirem os usuários previstos a erro; ou

(ii) uma conclusão com ressalvas ou uma abstenção de conclusão, dependendo de quão relevante ou disseminado seja o assunto, nos demais casos.”

Advertisement

QUESTÃO CERTA: Um auditor independente foi contratado pela Cia. Metalúrgica ABC, em 10.01.2006, para examinar as demonstrações contábeis da sociedade relativas ao exercício findo em 31.12.2005. Em virtude do atraso de sua contratação, ele não pôde acompanhar o inventário físico dos estoques de matérias-primas, de produtos em elaboração e dos produtos acabados da companhia. Essa limitação na extensão de seu trabalho, que ele considerou bastante relevante, deve conduzir à emissão de um parecer: com abstenção de opinião.

O enunciado deve te conduzir ao seguinte raciocínio: Ele não acompanhou o inventário físico dos estoques de matérias-primas, portanto não obteve evidências suficientes e apropriadas. Ele considerou que essa limitação foi bastante relevante, logo são distorções relevantes/generalizadas. Agora você casa: não há evidência suficiente e apropriada + há distorções relevantes/generalizadas = o auditor deve abster-se de opinar.

QUESTÃO ERRADA: Na impossibilidade de emissão de parecer com ressalva, é facultado ao auditor emitir parecer adverso caso verifique que as demonstrações contábeis estejam incompletas.

Se as demonstrações estão incompletas, o auditor deve abster-se de opinar, e não emitir parecer adverso.

NBC TA 705

Abstenção de opinião 9. O auditor deve abster-se de expressar uma opinião quando não consegue obter evidência de auditoria apropriada e suficiente para suportar sua opinião e ele conclui que os possíveis efeitos de distorções não detectadas, se houver, sobre as demonstrações contábeis poderiam ser relevantes e generalizadas.

ITEM A01 – Impossibilidade de obter evidência de auditoria apropriada e suficiente
Opinião com ressalva ou Abstenção de opinião.

Ou seja, expressa a NBC TA que na impossibilidade de ressalva, deve-se abster-se de opinar, não cabe, portanto, parecer adverso.

QUESTÃO ERRADA O parecer de auditoria não pode abster-se de emitir opinião acerca dos demonstrativos auditados, ainda que essa opinião inclua ressalvas.