Auditoria: inventário físico de estoques

0
874

QUESTÃO CERTA: Em relação ao Inventário Físico de Estoques a ser realizado pelas empresas, é responsabilidade do auditor: quando o valor dos estoques for expressivo em relação à posição patrimonial e financeira da empresa, o auditor deve acompanhar o inventário físico executando testes de confirmação das contagens físicas e procedimentos complementares necessários.

QUESTÃO CERTA: O acompanhamento, pelos auditores externos, do inventário físico de estoques de matéria-prima, produtos em processo, produtos acabados e material auxiliar de uma indústria metalúrgica em uma determinada data-base, para efeito da auditoria das demonstrações contábeis, é um teste: de observância.

Controle de fato sendo obedecido, aderência aos controles.

QUESTÃO CERTA: O contador de determinada empresa considerou, equivocadamente, o valor bruto das vendas de longo prazo, em vez do lucro dessas vendas, na apuração do valor da reserva de lucros a realizar a ser registrado no patrimônio líquido da entidade. Uma auditoria independente nas demonstrações contábeis identificou, além da referida distorção de registro, uma falsificação de notas fiscais de saída, com a respectiva subtração indevida de estoques, o que gerou distorção no valor do ativo. Essas foram as únicas distorções encontradas nas demonstrações contábeis. Relativamente aos estoques, um procedimento correto a ser adotado pelo auditor na situação apresentada no texto 1A5AAA consistiria em: proceder à contagem física ou à checagem do inventário físico.

O procedimento de auditoria mais comum em relação à existência de estoques é a inspeção ou contagem física ou a checagem do inventário físico.

QUESTÃO CERTA: A empresa Orion S.A. realizou a contagem de seus estoques (inventário físico), em 31 de outubro de 2013. O auditor foi contratado para realizar a auditoria das Demonstrações Contábeis de 31de dezembro de 2013. Em relação ao inventário, deve o auditor: executar procedimentos para obter evidência de auditoria de que as variações no estoque, entre 31 de outubro de 2013 e 31 de dezembro de 2013, estão adequadamente registradas.

Como o auditor foi contratado para realizar a auditoria das Demonstrações Contábeis de 31/12/2013, ele deve analisar a situação da entidade à época do início da auditoria. Diante disso, o auditor deve obter evidências que demonstrem que as variações ocorridas entre a última contagem de estoques e o início de seus trabalhos estão registradas de forma adequada.

QUESTÃO ERRADA: A empresa Orion S.A. realizou a contagem de seus estoques (inventário físico), em 31 de outubro de 2013. O auditor foi contratado para realizar a auditoria das Demonstrações Contábeis de 31de dezembro de 2013. Em relação ao inventário, deve o auditor: validar a posição apresentada nas demonstrações contábeis de 31 de dezembro de 2013, uma vez que foi atendida a exigência de inventariar os estoques, uma vez ao ano.

Não existe nenhuma exigência prevista nas normas de que o inventário deve ser realizado apenas uma vez ao ano. Portanto, a alternativa está errada.

QUESTÃO ERRADA: A empresa Orion S.A. realizou a contagem de seus estoques (inventário físico), em 31 de outubro de 2013. O auditor foi contratado para realizar a auditoria das Demonstrações Contábeis de 31de dezembro de 2013. Em relação ao inventário, deve o auditor: solicitar nova contagem de inventário em 31 de dezembro de 2013 ou na data do início dos trabalhos de auditoria, sendo sempre obrigatória sua presença e participação na contagem física e aprovação dos procedimentos de inventário.

A presença e participação na contagem física e aprovação dos procedimentos de inventário não são obrigatórias.  Caso existe evidências fortes de que a entidade auditada possa burlar seu inventário, aí sim a presença física e a aprovação dos procedimentos seriam importantes. Portanto, está errada.

QUESTÃO ERRADA: A empresa Orion S.A. realizou a contagem de seus estoques (inventário físico), em 31 de outubro de 2013. O auditor foi contratado para realizar a auditoria das Demonstrações Contábeis de 31de dezembro de 2013. Em relação ao inventário, deve o auditor: exigir que seja elaborada nota explicativa evidenciando a posição do inventário em 31 de outubro de 2013, ressalvando a posição do inventário em 31 de dezembro de 2013, esclarecendo que não houve contagem das posições de estoques entre 31 de outubro e 31 de dezembro de 2013.

Advertisement

O auditor independente não pode exigir ou determinar a elaboração de notas explicativas à administração. Portanto, está errada.

QUESTÃO ERRADA: A empresa Orion S.A. realizou a contagem de seus estoques (inventário físico), em 31 de outubro de 2013. O auditor foi contratado para realizar a auditoria das Demonstrações Contábeis de 31de dezembro de 2013. Em relação ao inventário, deve o auditor: limitar sua avaliação a posição de estoques apresentada em 31 de outubro de 2013, restringindo o escopo de seu trabalho na área de estoques, aos saldos apresentados nesta data.

Limitar sua avaliação a posição de estoques apresentada em 31 de outubro de 2013 pode prejudicar o objetivo do auditor independente, que é aumentar o grau de confiança nas demonstrações contábeis por parte dos usuários. Portanto, está errada.

QUESTÃO CERTA: Se o auditor, durante a revisão analítica, não obtiver informações suficientes e constatar que o valor envolvido é expressivo em relação à posição patrimonial e financeira e ao resultado das operações, deverá confirmar os valores a receber e a pagar por meio de: comunicação direta com os terceiros e acompanhar o inventário físico realizado pela entidade, executando os testes de contagem física e procedimentos complementares.

Resposta na NBC T 11: “11.2.6.6 – Se o auditor, durante a revisão analítica, não obtiver informações objetivas suficientes para dirimir as questões suscitadas, deve efetuar verificações adicionais, aplicando novos procedimentos de auditoria, até alcançar conclusões satisfatórias. 11.2.6.7 – Quando o valor envolvido for expressivo em relação à posição patrimonial e financeira e ao resultado das operações, deve o auditor:

a) confirmar os valores das contas a receber e a pagar, através de comunicação direta com os terceiros envolvidos; e

b) acompanhar o inventário físico realizado pela entidade, executando os testes de contagem física e procedimentos complementares aplicáveis.”

QUESTÃO CERTA: Quando o valor de contas a receber é expressivo e relevante em relação à posição patrimonial e financeira e ao resultado das operações, e caso seja viável e razoável tal procedimento, o auditor deve procurar obter confirmação desses valores por meio de comunicação direta com os devedores.

QUESTÃO CERTA: A empresa Grande Porte S.A. tem o seu Ativo formado em 15% pelo Contas a Receber e 35% composto pelos Estoques. Dessa forma, a auditoria contratada, ao realizar seus serviços, deve: realizar o procedimento de circularização para confirmação dos saldos de contas a receber e acompanhar o inventário físico realizado pela entidade.

O procedimento de auditoria nas contas a receber mais viável é a circularização aos fornecedores para confirmação dos débitos e valores a pagar. E aos estoques a inspeção e a contagem são os procedimentos de auditoria mais viáveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui