Auditoria Interna Objetividade e Clareza

0
200

FGV (2022):

QUESTÃO CERTA: De acordo com o ISSAI 30, Código de Ética da INTOSAI, a atitude mental em que os indivíduos são capazes de agir de forma imparcial e isenta, apresentando ou avaliando as coisas com base em fatos, em vez de sentimentos e interesses próprios, sem subordinar seu julgamento a outros, representa a: objetividade.

 ISSAI 30

37. Objetividade é a atitude mental em que os indivíduos são capazes de agir de forma imparcial e isenta, apresentando ou avaliando as coisas com base em fatos, em vez de sentimentos e interesses próprios, sem subordinar seu julgamento a outros.

CEBRASPE (2013):

QUESTÃO ERRADA: Com base no que dispõem as normas fundamentais de auditoria do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal acerca da execução dos trabalhos de auditoria e fiscalização, julgue os itens subsequentes. A clareza na comunicação com o auditado implica expressar linguagem positiva, demonstrando a existência real e material da informação.

IN 01/01 Seção VI item 2, II, pagina 63

O conceito apresentado se refere a objetividade

Objetividade – expressar linguagem prática e positiva, demonstrando a existência real e material da informação;

Clareza, segundo a IN-SFC nº 01/2001 (capítulo VII, seção VI).

Clareza – expressar linguagem inteligível e nítida de modo a assegurar que a estrutura da
comunicação e a terminologia empregada permitam que o entendimento das informações seja evidente
e transparente.

Como o significado de clareza da questão diverge da IN, a questão está errada.

FGV (2022):

QUESTÃO CERTA: O ISSAI 30, código de ética da INTOSAI, é baseado em cinco valores fundamentais. Nesse sentido, a independência e a objetividade significam: ser livre de circunstâncias ou influências que afetam ou podem ser vistas como capazes de afetar o julgamento profissional e agir de maneira imparcial e sem viés.

Advertisement

ISSAI 30

Este código é baseado em cinco valores fundamentais. Esses valores e os respectivos enunciados dos princípios orientadores são:

a. Integridade – agir honestamente, confiavelmente, de boa fé e no interesse público;

b. Independência e objetividade – ser livre de circunstâncias ou influências que afetem ou possam ser vistas como capazes de afetar o julgamento profissional e agir de maneira imparcial e sem viés;

c. Competência – adquirir e manter conhecimentos e habilidades adequados ao papel, agir de acordo com as normas aplicáveis e com o devido zelo;

d. Comportamento profissional – cumprir as leis, os regulamentos e as convenções aplicáveis, e evitar qualquer conduta que possa desacreditar a EFS;

e. Confidencialidade e transparência – proteger adequadamente a informação, equilibrando isso com a necessidade de transparência e accountability.