Tipos de custeio SICSP

0
155

QUESTÃO CERTA: O Subsistema de Informações de Custos do Setor Público (SICSP) registra, processa e evidencia os custos de bens e serviços e outros objetos de custos, produzidos e oferecidos à sociedade pela entidade pública. Entre os métodos de custeio relacionados ao processo de identificação e associação do custo ao objeto a ser custeado, os principais são: o método direto, o método variável, o método por absorção, o método por atividade e o método pleno. Acerca desses métodos, julgue o próximo item. Quando todos os custos fixos e variáveis são alocados ao objeto de custo, sem rateios ou apropriações, o método adotado é o do custo direto.

NBC T 16.11 Sistema de Informação de Custos do Setor Público

> Custeio direto: é o custeio que aloca todos os custos – fixos e variáveis – diretamente a todos os objetos de custo sem qualquer tipo de rateio ou apropriação.

> Custeio variável que apropria aos produtos ou serviços apenas os custos variáveis e considera os custos fixos como despesas do período.

> Custeio por absorção: consiste na apropriação de todos os custos de produção aos produtos e serviços.

> Custeio pleno: consite na apropriação dos custos de produção e das despesas aos produtos e serviços.

> Custeio por atividadeconsidera que todas as atividades desenvolvidas pelas entidades são geradoras de custos e consomem recursos. Procura estabelecer a relação entre atividades e os objetos de custo por meio de direcionadores de custos que determinam quanto de cada atividade é consumida por eles.

QUESTÃO CERTA: O método de custeio direto consiste na alocação de todos os custos fixos e variáveis diretamente a todos os objetos de custos, sem qualquer tipo de rateio ou apropriação.

QUESTÃO ERRADA: Na administração pública, o conceito de custo padrão ou standard corresponde ao valor orçado para a produção de determinado produto ou serviço.

Advertisement

Custo padrão (standard) é o custo ideal de produção de determinado produto/serviço.

A Norma Brasileira de Contabilidade NBC T 16.11, aprovado pela Resolução Nº 1.366/2011 do Conselho Federal de Contabilidade, que estabelece normas sobre o sistema de informação de custo no setor público, traz ainda alguns conceitos relevantes de custo, tais como:

a) custo padrão – é o que resulta da consideração de normas técnicas atribuídas aos vários fatores de produção, como consumo de matérias, mão de obra, máquinas, etc., para a definição do custo do produto ou do serviço;

b) custo estimado – é o custo projetado para subsidiar o processo de elaboração dos orçamentos da entidade para determinado período; pode basear-se em simples estimativa ou utilizar a ferramenta do custo padrão;

c) custo de oportunidade – é o custo objetivamente mensurável da melhor alternativa desprezada relacionado à escolha adotada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui