O Que É Cluster? (definição com exemplos)

0
659

QUESTÃO CERTA: Um dos importantes papéis que as instituições presentes em aglomerações territoriais (clusters) assumem é o de servir de elo entre o ambiente externo à aglomeração e as empresas presentes na aglomeração, facilitando, dessa forma, o processo de gerência da inovação, que se concentra mais em internalizar o conhecimento presente na aglomeração do que em buscá-lo fora dela.

Um cluster, no mundo da indústria, é uma concentração de empresas se comunicam por possuírem características semelhantes e coabitarem no mesmo local. Elas colaboram entre si e, assim, tornam-se mais eficientes.

Exemplos de clusters são Silicon Valley, na área da Califórnia (Estados Unidos) onde se concentram um grande número de empresas de tecnologia (microelectrónica, tecnologias da informação e biotecnologia) ou o Kista na Suécia.

Michael Porter indica que os clusters têm o potencial de melhorar a competitividade industrial de três formas diferentes:

  • Incrementando a produtividade das empresas ligadas ao cluster,

  • Aportando inovação,

  • Estimulando a criação de novas empresas.

QUESTÃO ERRADA: Com o desenvolvimento de sistemas mundiais de comunicação, a capacidade de disseminação do conhecimento tecnológico entre empresas que estão presentes em aglomerações territoriais (clusters) é a mesma observada entre aquelas que estão dispersas geograficamente.

Que fatores facilitam a gestão do conhecimento em um cluster de empresas?

Por criação do conhecimento organizacional, Nonaka e Takeuchi (1997, p.1) afirmam que é “a capacidade de uma empresa de criar novo conhecimento, difundi-lo na organização como um todo e incorporá-lo a produtos, serviços e sistemas”.

No modelo de Nonaka e Takeuchi (1997), a criação do conhecimento é analisada em duas dimensões: epistemológica e ontológica. A primeira se fundamenta na distinção entre os dois tipos de conhecimento, o tácito e o explícito. A interação entre eles deu origem a quatro modos de conversão de conhecimento:

Advertisement

(1) Socialização, diz respeito ao processo de se adquirir conhecimento tácito através do compartilhamento de experiências entre as pessoas. Pode ser por meio da linguagem ou pela convivência entre as pessoas, proporcionando aprendizagem pela observação, imitação e prática.

(2) Externalização, refere-se ao processo de conversão do conhecimento tácito em explícito. Este processo se desenvolve através de diálogos significativos, utilizando-se de metáforas e analogias que possibilitem ao grupo revelar seu conhecimento tácito. Nota-se, portanto, que este modo de conversão é muito importante para a criação de conhecimento, já que cria conceitos novos a partir de conhecimentos tácitos.

(3) Combinação, diz respeito aos conhecimentos explícitos gerados a partir de conversas, discussões, e-mails e reuniões que serão sistematizados, classificados, incrementados, podendo formatar novo conhecimento explícito.

(4) Internalização refere-se ao processo de incorporação do conhecimento explícito em tácito. Trata-se de absorver o que foi explicitado e aplicá-lo posteriormente em outro conhecimento.

QUESTÃO ERRADA: Os clusters têm importância significativa na análise do ambiente externo e ocorrem quando diversas empresas se reúnem em uma mesma região geográfica para uma atuação exclusivamente cooperativa.

Há concorrência entre as organizações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui