NAT: Impedimento e Suspeição na Auditoria

0
398

QUESTÃO CERTA: Com relação às normas de auditoria emanadas do TCU e de organismos internacionais, julgue o item que se segue. O auditor deve declarar seu impedimento e suspeição em toda situação em que haja risco de que sua independência e sua imparcialidade sejam influenciadas quando do desempenho de suas funções, ainda que a influência não ocorra de fato.

“Segundo o item 44 das NAT, o auditor deverá declarar impedimento ou suspeição nas situações que possam afetar, ou parecer afetar, o desempenho de suas funções com independência e imparcialidade.”

O problema é que a conjunção ‘e’, da questão, foi usada para indicar que a situação para que seja declarada o impedimento ou suspeição é a mesma. A norma deveria ter sido redigida de outra forma. A palavra ‘ou’ na norma não quer dizer ‘um ou outro’ (disjunção exclusiva), mas sim ‘tanto um quanto o outro’ (qualquer um dos dois).

Advertisement

QUESTÃO CERTA: Se uma quantidade significativa das aplicações financeiras de determinado auditor for constituída de quotas de participação em fundo comum de investimentos mantido por instituição financeira oficial do governo federal e se esse fundo for proprietário de títulos mobiliários da entidade que o referido auditor deve auditar, então ele estará proibido de auditá-la.

O auditor está impedido.