Modelo VRIO e Visão Baseada em Recursos

0
1628

Nessa dica do Caderno de Prova, vamos falar sobre o modelo VRIO. Se você nunca ouviu falar sobre isso, é hora de aprender. Principalmente se você estuda para provas (em especial as de concurso público). Vamos começar pela seguinte definição:

“O modelo VRIO é uma teoria baseada na análise dos recursos internos que uma organização detém a fim de classificá-los quanto seu Valor, Raridade, Imitabilidade e Organização. Essa teoria foi elaborada pelos professores Barney e Hesterly com a pretensão de identificar se as organizações estão obtendo alguma Vantagem Competitiva através de seus recursos internos.”

Então, resumindo. A sigla VRIO significa: valor, raridade, imitabilidade e organização. Muitas provas ilustram uma situação hipotética e exigem de você saber: isso é raridade? isso é valor? Ou perguntam o significado dessa sigla. Além disso, você deve guardar essa pequena combinação de palavras em seu coração: vantagem competitiva. Não só aqui no modelo VRIO, em muitos outros contextos da Administração, isso serve de tiro certeiro.

QUESTÃO CERTA: São características das capacidades que podem resultar em vantagem competitiva sustentável para uma organização: valor, raridade, não-substituibilidade. 

Percebe como ‘vantagem competitiva’ é a o termo mágico? Se você estiver se perguntando, mas não era imitabilidade? Ora, não-substituibilidade é uma característica relacionada a o quê? Impossibilidade de se imitar. O exemplo que mais gosto de pensar é o da Coca. A Pepsi não consegue imitá-la.

Uma questão da Fundação Carlos Chagas de 2012:

QUESTÃO CERTA: A discussão de como atingir resultados superiores tem predominância na premissa básica que combina as análises interna e externa da organização. A abordagem que propõe o comando do desempenho nos recursos internos como principais determinantes da competitividade organizacional é a: visão baseada em recursos.

Iniciamos o estudo falando logo de VRIO (modelo VRIO). Faltou, contudo, discorrer um pouco sobre essa visão baseada em recursos – conhecida em inglês como resources based view. Segue um trecho interessante sobre o tópico:

A visão basea da em recursos afirma que a sustentabilidade do sucesso da organização depende dos recursos estratégicos e não estratégicos que detém.

Advertisement
Ativos estratégicos não são tangíveis por natureza e não podem ser adquiridos ou imitados por outros facilmente (Meso e Smith, 2000).

Fonte: A resource-based view of organizational knowledge management / Peter Meso.

Uma questão da FGV de 2017:

QUESTÃO CERTA: Concernente à perspectiva estratégica proposta pela visão baseada em recursos (RBV), assinale a afirmativa correta: As vantagens competitivas são sustentadas pelos recursos exclusivos, raros e distintivos de uma empresa.

FGV (2017):

QUESTÃO CERTA: Com relação à Visão Baseada em Recursos (VBR), assinale V para a afirmativa verdadeira e F para a falsa.

(F ) As estruturas baseadas em recursos tipicamente imitáveis caracterizam a Vantagem Competitiva da VBR na empresa.

(V ) A fonte primária da Vantagem Competitiva na VBR é o conjunto de recursos e competências que administram.

(F ) A VBR e a Teoria das Cinco Forças concordam ao adotar as competências essenciais como fonte de vantagem competitiva.

As afirmativas são, respectivamente, FVF.

A inimitabilidade é uma das fontes de vantagens de empresas que possuem vantagem competitiva. – Empresas com recursos raros e valiosos são comumente inovadores estratégicos, pois conseguem conceber e implementar estratégias que outras não conseguem por não disporem de recursos e capacidades relevantes. No entanto, recursos organizacionais raros e valiosos só podem ser fontes de vantagem competitiva sustentável se as empresas que não os possuem enfrentam uma desvantagem de custo para obtê-los ou desenvolvê-los, comparadas às empresas que já os possuem. Esses tipos de recursos são imperfeitamente imitáveis.

A VBR defende que a empresa deve criar vantagem competitiva olhando para o ambiente interno e não externo. O foco deve ser desenvolver competências que possuam valor, sejam raras, imperfeitamente imitáveis e que consiga utilizar em proveito próprio (VRIO). Porter defender que a empresa cria vantagem competitiva olhando para o ambiente externo em busca de uma posição de mercado em que ela consiga defender utilizando as cinco forças competitivas como análise.

Fonte: Prof. Marcelo Soares| Direção Concursos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui