Conta da Baixa (depreciação)

2
1109

QUESTÃO CERTA: Uma Sociedade Empresária adquiriu um equipamento, por R$25.000,00, para uso em suas atividades. Para deixá-lo em condições de uso, foi necessário gastar mais R$1.500,00. O equipamento ficou pronto para uso no dia 2.1.2014, e a empresa estima usar o equipamento por 5 anos. O valor residual é estimado em R$2.500,00, para qualquer método de depreciação adotado. A vida útil estimada do equipamento é de 12.000 horas. O equipamento tem capacidade para produzir 8.000 unidades de produto. O equipamento foi utilizado durante todo o ano de 2014; operou por 2.600 horas; e produziu 1.800 unidades. Com base nos dados acima, é CORRETO afirmar que a despesa com depreciação, no ano de 2014, foi de: R$4.800,00, apurados com base no Método das Quotas Constantes.

25.000 + 1.500 = 26.500 – 2.500 (valor residual) = 24.000

24.000/5(anos) = 4.800 (1 ano)

 

QUESTÃO CERTA: Certa entidade adquiriu um equipamento para ser utilizado no serviço de diagnóstico por imagem em 01/06/2013 e o equipamento começou a ser utilizado no mês de julho daquele ano. O equipamento só realiza um número limitado de procedimentos, por isso foi definido que sua depreciação seria pelo método das unidades produzidas. O custo de aquisição do equipamento foi de $ 490.000,00. O valor residual foi estimado em $ 10.000,00. O equipamento foi concebido para produzir um número máximo de 30.000 unidades. A entidade pretende usar o equipamento por seis anos. Nos primeiros anos, as quantidades de procedimentos realizados foram as seguintes: 2013: 2.100 unidades 2014: 4.500 unidades 2015: 4.800 unidades. Se o método de depreciação utilizado fosse o das cotas constantes, o valor contábil líquido do equipamento após dois anos de uso seria: 330.000,00;

Advertisement

Veja que a questão deixa bem clara que se trata de depreciação linear (cotas constantes), portanto, não se deve levar em conta as unidades produzidas, mas sim a vida útil de utilização estimada pela empresa (6 anos).

Custo de aquisição = 490.000

Vida útil = 6 anos

Valor residual = 10.000

Tempo usufruído = 2 anos

Depreciação acumulada = [(Custo de aquisição – valor residual)/vida útil]  x tempo usufruído

= [(490.000 – 10.000)/6] x 2

= [480.000/6] x 2

= 80.000 x 2

= 160.000 e depreciação acumulada

Valor contábil = Custo de aquisição – depreciação acumulada

= 490.000 – 160.000

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui