Amostragem Por Unidade Monetária (Por Atributo)

0
641

Enfim, vamos falar da amostragem por unidade monetária ou amostragem por atributo. Acho que nunca é demais lembrar que a amostragem é o termo que usamos para nos referirmos ao procedimento de selecionar uma porção / amostra de uma população (totalidade de itens).

De acordo com o artigo intitulado Metodologia para Amostragem de Documentos Contábeis:

A Amostragem por Unidade Monetária (AUM), Dollar Unit Sampling (DUS) ou ainda Monetary Unit Sampling (MUS) foi desenvolvida nos Estados Unidos, nos anos 60, pela empresa de auditoria Deloittes Hasking and Sells (NY) para estimar o montante monetário de uma dada população. Permite verificar se os registros contábeis são fidedignos ou se há erros que possam prejudicar na emissão correta do parecer do auditor. O elemento de amostragem é a unidade monetária, e o tamanho da população é o número total de unidades monetárias. A cada unidade monetária da população é atribuída a mesma probabilidade de ser selecionada. Entretanto, as unidades monetárias são apenas a base do processo de amostragem, uma vez que o auditor analisará toda a transação que envolve a unidade monetária selecionada. Assim, as unidades físicas da amostragem não são as unidades monetárias. Quanto mais unidades monetárias estão associadas a uma unidade física, maior será a probabilidade de esta ser analisada, ou seja, a probabilidade de seleção é proporcional ao valor monetário da unidade física.

Advertisement

Dito isso, vamos uma questão da CEBRASPE:

QUESTÃO ERRADA: A amostragem por unidade monetária ou por atributo, baseada na distribuição hipergeométrica, é uma técnica comumente utilizada nas auditorias operacionais, e tem por objetivo verificar se as informações são fidedignas.

Quanto à distribuição hipergeométrica, a turma da USP ensina que essa distribuição é adequada quando consideramos extrações casuais feitas sem reposição de uma população dividida segundo dois atributos.

O erro da da questão está no termo ‘operacional’, visto que ela é utilizada no âmbito da auditoria financeira.

O TCU explica que:

A Amostragem por Unidade Monetária (AUM)1 objetiva verificar se um determinado balanço contábil contém valores equivocados ou fraudados em quantidade significativa estatisticamente. Como toda técnica de amostragem, é possível, observando apenas uma amostra de contas do balanço, opinar sobre o seu conjunto. Para isso, são necessários quatro informações para proceder-se ao uso da técnica: o montante registrado, a materialidade, a taxa esperada de desvios e o nível de confiança.